FAMURS realiza interiorização em Santa Rosa

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter


A Famurs, realizou na ultima quinta-feira (09.11) o segundo encontro regional do programa Famurs Pelo Rio Grande, no Imigrante Hotel em Santa Rosa, reunindo prefeitos e lideranças femininas  dos vinte municípios que integram a Associação dos Municípios da Grande Santa Rosa (AMGSR). Na oportunidade,  o presidente da Federação e prefeito de Rio dos Índios, Salmo Dias de Oliveira, falou sobre a pauta municipalista em debate no Congresso Nacional e a atuação na Famurs na busca pelo fortalecimento da pauta municipalista. “Buscamos a divisão justa dos recursos orçamentários, e distribuição das competências e maior autonomia administrativa para os municípios. A União fica com os recursos e os municípios com as obrigações”, frisou. Neste sentido, Salmo expôs aos prefeitos a pauta municipalista, que foi apresentada à Bancada Gaúcha, em Brasília, com o objetivo de aprofundar o diálogo e obter apoio necessário à aprovação de projetos que tramitam no Congresso Nacional. Entre os temas, estão o encontro de contas (PLV 25/2017), precatórios (PEC 212/2016), encargo vinculado ao repasse necessário (PEC 122/2015), Lei de Licitações (PL 6.814/2017) e simplificação da prestação de contas dos pequenos municípios (PEC 77/2015).

Prefeito Salmo também abordou a proposta do governo do Estado, que  condicionou a venda das ações do Banrisul e o ajuste fiscal, como alternativa para a quitação dos débitos com os municípios. A Famurs irá realizar um levantamento com os prefeitos antes de se posicionar.

A busca de recursos para o fechamento das contas de 2017, tendo em vista o impacto causado pela grave crise financeira, também foi tratada na reunião. O presidente Salmo mobilizou os prefeitos para estarem em Brasília no próximo dia 22 para sensibilizar os parlamentares e o governo federal quanto à aprovação de novo Aporte Financeiro dos Municípios (AFM) no valor total de R$ 4 bilhões, sendo mais de R$ 270 milhões para os municípios gaúchos. “Somos nós que elegemos os parlamentares federais. Eles têm que votar projetos que nos favoreçam”, afirmou Salmo. O pedido de liberação de verba extra foi protocolado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) na presidência da República, atendendo reivindicações dos prefeitos.

O prefeito de Santa Rosa e presidente da AMGSR, Alcides Vicini, em sua manifestação ressaltou a importância da Famurs que é  destinatária de todas as demandas dos municípios e, portanto, é imprescindível, que seus dirigentes conheçam a realidade das regiões. “Só se tem a dimensão real das demandas e das peculiaridades das cidades quando se visita. Essa ação da Famurs é muito positiva para o municipalismo”. Agradeceu também aos colegas prefeitos que prontamente atenderam a convocação, e por isso temos a participação efetiva de todos os municípios neste evento.

Prefeito Vicini também entregou ao Presidente da Famurs, Prefeito Salmo um ofício com as principais demandas da região, bem como um mimo oferecido pela Associação dos Municípios.

Paralelo à reunião dos prefeitos, foi realizado o encontro regional do Movimento Gaúcho de Mulheres Municipalistas com a parceria do Movimento Gaúcho da Mulher Municipalista (MGMM). Idealizado pela primeira-dama da Famurs e do município de Rio dos Índios, Adriane Perin de Oliveira, a iniciativa busca aproximar as mulheres da política e é destinada para primeiras-damas, vice-prefeitas, vereadoras, secretárias municipais e demais lideranças femininas.

 “Por décadas, vivemos um cenário político com um percentual mínimo de mulheres no centro das decisões, somos minoria absoluta e isso precisa ser mudado não apenas com debates, mas com atitudes. Baseado nisso, a Famurs quer proporcionar a essas mulheres debates com as suas demandas, capacitar através de cursos, seminários, troca de experiências, para que possamos despertar o que culturalmente está adormecido.

Durante o encontro, a jornalista e publicitária Tânia Moreira apresentou o painel Comunicação para Mulheres em Posição de liderança.  Segundo a palestrante, a afirmação e representação das mulheres na política não espelha os avanços conquistados por elas dentro da sociedade. “Ao contrário de décadas passadas, quando a mulher não atuava no mercado de trabalho, não tinha as mesmas oportunidades de educação que os homens e nem mesmo direitos eleitorais, elas estão mais empoderadas, independentes e atuantes em diversas áreas”, afirmou Tânia. 

No final da reunião, foram entregues os botons oficiais do movimento, para que as mulheres presentes levassem o símbolo do MGMM em seus corações. 

next
prev

Login

Contato AMGSR

Email: secretaria@amgsr.com.br
Fone: (55) 3512 5774
Rua Sergipe, 141 - Centro , Santa Rosa - RS
CEP:98900 000